Fale conosco!
Postado em 12 de Dezembro de 2019 às 11h02

HISTÓRIA DOS FOGOS DE ARTIFICO

Institucional (1)
ARTSHOW FOGOS & FESTAS A história dos fogos de artificio teve início muito provavelmente na China. A pólvora principal produto na confecção de fogos foi feita pela primeira vez há cerca de 2.000 anos...

A história dos fogos de artificio teve início muito provavelmente na China. A pólvora principal produto na confecção de fogos foi feita pela primeira vez há cerca de 2.000 anos por engano, onde um chinês ao misturar nitrato de potássio, enxofre e carvão obteve um pó escuro e floculado que queimava rapidamente.

Na época os chineses colocavam o tal "fogo químico" na ponta de bambus, para o seu barulho afastar os espíritos do mal na passagem do ano. Talvez essa seja a melhor explicação da cultura mundial de soltar fogos de artifico nas festas de Reveillon.

Com o tempo a pólvora foi levada para a Europa e Oriente Médio, onde o avanço dos estudos da química deram suporte para o homem conseguir a arte de desenvolver os atuais fogos de artifico que nós admiramos explodindo no céu.

No Brasil a pirotecnia veio a mais de um século trazida pelos imigrantes italianos e portugueses, fazendo parte até hoje da tradição e cultura nacional em datas festivas do esporte, religião, das comemorações de final de ano etc.

A região de Santo Antônio do Monte, no Centro-Oeste mineiro, é considerada o maior polo de fogos de artifícios do país e o segundo maior produtor mundial, depois da China. O setor tem significativa importância na geração de empregos e é responsável por mais de 90% dos fogos de artificio produzido no país.

Fonte: Cartilha de Segurança do Consumidor de Fogos de Artifico.
Autor: Eng. José Expedito do Amaral Júnior

Voltar para Blog